Futebol Feminino ganha grande projeto de NFTs

O banco de investimento suíço Credit Suisse e a Associação Suíça de Futebol (SFA) colaboraram em uma coleção NFT para apoiar o futebol feminino, apresentando 756 retratos artísticos digitais de jogadores da seleção suíça.

Num comunicado de imprensa oficial, a colaboração anunciou o lançamento de uma série de retratos digitais mostrando os membros da Seleção Feminina Suíça.

Todos os rendimentos da coleção NFT serão doados ao time e a diversas organizações dedicadas a capacitar jogadoras de futebol.

A coleção NFT, composta por 756 ativos digitais exclusivos, será cunhada na blockchain Ethereum e disponibilizada para compra a partir de 11 de julho por meio do CSX, aplicativo bancário digital do Credit Suisse.

Coleção das NFTs será separada em pacotes

Para acomodar vários orçamentos e preferências, três pacotes de NFTs estarão disponíveis, com preços variando de 150 a 10.000 francos suíços (aproximadamente US$167 a US$11.000). Cada caixa incluirá benefícios, como uma obra de arte física, a oportunidade de conhecer e cumprimentar os jogadores e uma camisa autografada.

Expressando seu entusiasmo com a iniciativa, Sandra Caviezel, Chefe de Parcerias e Patrocínio do Credit Suisse, afirmou no comunicado à imprensa que espera utilizar os NFTs como um mecanismo de financiamento para impulsionar o crescimento do futebol feminino em toda a Suíça.

Caviezel enfatizou que os fundos arrecadados através deste projeto dariam apoio direto à seleção feminina, ao mesmo tempo que seriam utilizados para projetos de futebol feminino, servindo para promover jovens talentos dentro do esporte.

A iniciativa mais recente do Credit Suisse alinha-se com uma tendência crescente de organizações que utilizam NFTs para defender as mulheres nos esportes. No mês passado, o FC Barcelona lançou um lançamento NFT que prestava homenagem à talentosa estrela do futebol espanhol Alexia Putellas.

COMPARTILHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS